como fazer uma construção sustentável

6 dicas de como fazer uma construção sustentável

Powered by Rock Convert

A sociedade demonstra cada vez mais preocupação com o futuro do planeta. Nos últimos anos, os conceitos de sustentabilidade, reciclagem e economia de recursos naturais atingiram diferentes setores, fazendo com que mais empresas os incorporassem a seus empreendimentos e valores e mais pessoas passassem a refletir sobre o tema.

A população, mais consciente dos impactos que intervenções no meio ambiente podem causar, tem recorrido a um tipo específico de moradia — a construção sustentável. Para saber o que é, quais são os benefícios e como fazer uma construção sustentável, continue a leitura deste artigo!

O que é e quais são os benefícios de uma construção sustentável?

Uma construção sustentável é aquela que busca reduzir os impactos da intervenção no meio ambiente. Para isso, é necessário que haja um planejamento antes, durante e depois da construção. É fundamental avaliar como a edificação pode alterar o ambiente e como aproveitar ao máximo os recursos naturais oferecidos e preocupar-se em adquirir materiais também sustentáveis, além de não deixar resíduos para trás.

O objetivo das construções sustentáveis é fazer com que o relacionamento com o meio ambiente seja equilibrado e o menos danoso possível para a natureza. Além de se preocupar com a preservação e a diminuição dos gastos de recursos naturais, como a água, investir em construções sustentáveis tem outras vantagens, como você poderá ver a seguir.

Menor gasto com contas

Uma construção sustentável pode exigir mais investimento financeiro para sua execução, mas o valor investido é compensado em médio ou longo prazo. Como se trata de uma habitação que busca aproveitar os recursos naturais do ambiente, como iluminação natural, para economizar ao máximo os gastos de água e energia, as contas mensais chegam com valores mais baixos.

Incentivos fiscais

No Brasil, já existem iniciativas para conceder benefícios financeiros para quem investe em construções que sejam comprovadamente sustentáveis. Em 2016, a Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado aprovou o projeto de Lei 252/2014.

A legislação diz que imóveis que ofereçam conforto térmico e auxiliem na redução do consumo de água e no aumento da eficiência energética poderão ser beneficiados com incentivos fiscais.

Além disso, em algumas cidades, de diversas regiões do país, há o IPTU Verde, um desconto especial no Imposto Predial e Territorial Urbano para imóveis que tenham sistema de captação de água da chuva, placas solares, preservação de áreas permeáveis que sejam maiores que a prevista em lei, entre outras categorias que variam em cada município. O incentivo está disponível em várias cidades, por exemplo:

  • Salvador (BA);
  • Manaus (AM);
  • Maringá (PR);
  • Guarulhos (SP);
  • São José dos Campos (SP).

Quais as principais técnicas de construções sustentáveis?

Existem alguns modelos e técnicas de construções que facilitam a aplicação do conceito sustentável. Para chegar ao método ideal, é necessário avaliar a rotina dos moradores, as condições do ambiente e o orçamento disponível. Conheça algumas das principais técnicas:

  • retrofit — inserção de técnicas sustentáveis em construções já existentes;
  • construção modular — módulos habitacionais com medidas padronizadas e redução de desperdício de materiais e do acúmulo de entulhos;
  • light steel frame — utiliza estrutura de aço galvanizado que chega pronta para ser montada, resultando em uma obra mais limpa, organizada e sem desperdícios. 

Como uma construção sustentável deve ser?

Para uma construção ser considerada sustentável, é necessário que a obra siga alguns parâmetros específicos. Confira as dicas a seguir para obter êxito no seu projeto de edificação sustentável!

1. Conte com um projeto inteligente

O projeto da construção deve aproveitar os recursos naturais do ambiente com inteligência. Os arquitetos podem desenvolver o plano pensando no aproveitamento e na otimização da luz natural e da ventilação. Também é preciso analisar a topografia, a vegetação local e outros fatores, a fim de preservar o ambiente.

2. Utilize materiais sustentáveis 

É imprescindível que os materiais usados nesse tipo de construção também sejam sustentáveis. Por isso, é preciso se preocupar sobre como aquele material de construção é fabricado, sua origem e se há algum selo comprovando a sustentabilidade do produto. São alguns materiais que podem ser utilizados na construção:

  • tijolo de solo-cimento;
  • telha de fibra vegetal;
  • concreto reciclado;
  • madeira de reflorestamento ou madeira plástica;
  • bloco de adobe;
  • tinta à base de terra;
  • lâmpadas de LED;
  • descarga de acionamento duplo;
  • torneiras temporizadoras.

3. Tenha controle de resíduos

Os esforços para aquisição de materiais sustentáveis não podem ser em vão. Portanto, o que sobra do material utilizado deve ser separado. O que é reciclável deve seguir para cooperativas, e o que não pode ser aproveitado deve ser descartado de forma ecologicamente correta, seguindo a legislação vigente.

4. Faça gestão de água

Uma construção sustentável tem o dever de diminuir o gasto de água. Para isso, podem ser utilizados recursos, como:

  • captação de água da chuva para utilizar em tarefas, como rega e lavagem de carros e de espaços, como quintal;
  • aproveitamento da água destinada à lavagem de roupas em situações como as citadas acima;
  • utilização de torneira com temporizador e descarga de acionamento duplo para diminuir o desperdício.

5. Opte por eficiência energética

O projeto de energia solar agrega diversos benefícios à construção. Além de diminuir a emissão de CO2, o uso da eletricidade reduz. As placas solares captam a energia para aquecimento da água, enquanto o sistema fotovoltaico permite a iluminação interior e o uso de diversos eletrodomésticos. Além disso, é necessário adquirir equipamentos que tenham consumo energético menor.

O projeto de energia solar não é destinado apenas para construções sustentáveis. Ele é indicado para pessoas que querem ajudar na preservação ambiental e para quem deseja economizar na conta de luz.

6. Obtenha a certificação para construção sustentável

A certificação de construção sustentável é uma forma de comprovar que aquele empreendimento se comprometeu e seguiu padrões como os citados acima. Existem algumas opções de certificação para construções sustentáveis, como:

Investir em construção sustentável é pensar no futuro do planeta e de toda a população. Se é possível aliar a preservação do meio em que se vive ao bem-estar dos moradores, por que não fazê-lo? Para que a construção sustentável seja adequada, é muito importante contratar empresas que apresentem soluções que sejam realmente eficazes, por exemplo, na implantação do projeto de energia solar. O custo é importante, mas a qualidade é o principal fator a ser analisado!

Neste artigo, você conferiu alguns requisitos para construir um imóvel sustentável e ainda viu algumas dicas de como esse tipo de moradia pode se tornar financeiramente vantajosa. Considere a construção sustentável para que a sociedade tenha uma relação mais saudável com o meio ambiente!

Gostou deste conteúdo sobre como fazer uma construção sustentável? Aproveite a visita e confira o nosso artigo com 10 benefícios que a energia solar pode proporcionar!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.